domingo, 10 de abril de 2016

Encontro inesperado (Final)

 -Chegamos!

Dante falava com um sorriso no rosto, enquanto saia do carro vindo em direção a porta do passageiro, abriu a porta estendo-me as mãos, sai do carro terminando de colocar meu vestido.

-Onde estamos Dante?

Dante não me respondeu, ainda segurando minhas mãos me levou para dentro da casa me encostando na parede me beijou com intensidade, nossas línguas num ritmo perfeito, suas mãos deslizando pelas minhas coxas, seus lábios desciam pelo meu pescoço um arrepio tomou meu corpo deixando ele em chamas.

-Dante...Ainnnn...

Num gesto rápido me virou para parede ficando de costas pra ele, senti suas mãos no meu pescoço, ele me encoxou fazendo sentir seu membro duro na minha bunda, sua mão levantou meu vestido deixando minha bundinha nua na sua frente.

-Que delicia de bunda!

Senti dois tapas, suas mãos me puxaram pela cintura deixando minha bunda mais arrebitada, senti seu toque na minha bocetinha seus dedos brincavam com meu clitóris, sentia minha boceta molhada com aqueles toques seus dedos adentrava nela enquanto seus lábios beijava minha nuca.

-Ahh...Dante,hum te quero!

Dante me pegou no colo e fomos para o quarto, onde tirou meu vestido acariciou meus seios em seguida me colocou de joelho na sua frente, abri sua calça e seu pau saltou da cueca segurei olhei fixamente nos olhos do Dante e dei a primeira lambida bem na cabecinha descendo até suas bolas voltando lambendo até abocanhar com gosto, chupava com vontade aquele pau delicioso, suas mãos seguravam meus cabelos o que deixava mais excitada, chupava aquele pau ao mesmo tempo que punhetava, Dante com meus cabelos presos entre seus dedos empurrava minha cabeça contra seu pau fazendo chupar mais rápido.

-Vem aqui safada!

Me pegou pelo braço jogando-me sobre a cama, tirou as peças de roupa que ainda tinha no corpo e veio em direção a mim, segurou minhas mãos sobre minha cabeça me deu um beijo descendo pelo meus pescoço fez uma breve pausa nos meus seios descendo pelo meu abdômen até chegar na minha bocetinha, passou seus lábios delicadamente sobre ela, deu algumas chupadas fazendo meu corpo se arrepiar, encaixou seu corpo entre minhas pernas e deu uma única estocada colocando seu pau todo dentro dela.

-Hum que delicia, isso me fode!

Dante me virou de quatro e voltou a foder com força minha bocetinha me deixando louca, sentia seu pau adentrando minha boceta, uma mão segurava minha cintura enquanto a outra puxava meu cabelo.

-Ainnn Danteee...vaiii hum que delícia...ainnn

-Vai sua safada goza pra mim!

Sentia alguns tapas na minha bunda e ele me chamando de safada entre outros nomes me deixava mais louca sentia meu corpo se contorcer, minha bocetinha comprimiu seu pau e gozei com aquele pau todo dentro de mim.

-Ainnn...hum Dante que delícia...

-Gozou né sua putinha?Agora vou encher sua bocetinha de porra?

Dante deu mais algumas estocadas, até que senti suas duas mãos na minha cintura puxando-me contra seu pau, senti seu pau pulsar inundando minha boceta com aquele liquido. Seu corpo caiu sobre o meu e ficamos ali por alguns minutos até pegarmos no sono.

No dia seguinte acordei cedo e Dante já havia tomado banho e já estava vestido, levantei e fui pro banho coloquei minha roupa e fui até a cozinha onde tomamos café juntos e ficamos conversando, ficamos o final de semana juntos curtindo um ao outro e foi o melhor final de semana da minha vida.

Dedico esse conto a uma pessoa muito especial Dante Gavazzoni,este conto foi baseado nas nossas conversar,obrigada por tudo que tem me proporcionado!


Anita G.


2 comentários:

  1. Anita, agora você que me deixou sem palavras minha garota. Muito obrigado por este texto excitante e que descreve tão bem este nosso momento. Me deixou com muito tesão... vamos resolver isto mais tarde rs...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah meu querido Dante você sabe muito bem o que este momento significa para mim,uma fase tão gostosa...Você já me deixou tantas vezes sem palavras agora foi minha vez rsrs.
      Quanto a este tesão vamos resolver isso sim.
      Te adoro meu querido
      Beijos da sua sempre sua Anita G.!

      Excluir