quinta-feira, 3 de abril de 2014

Dante (Segunda parte)


Como assim entre no carro? nós nem nos conhecemos.
-Você vai ter que confiar em mim.
-Não,eu não posso.
Ele se aproximou,segurou no meu braço,me olhou nos olhos,e disse com voz firme:
-Vamos! Entre no carro.
Meu subconsciente me recriminava,meus sentidos em alerta,más havia algo naqueles olhos me fez ceder. A mão nas minhas costas,me guiando para o carro me fez arrepiar.
Durante o curto trajeto que fizemos,eu pensava na loucura que eu estava fazendo. Ele não respondia as minhas perguntas,apenas me pedia pra ter calma,que conversaríamos depois. O cheiro que ele emanava estava me deixando atordoada.
Então me lembrei de um compromisso inadiável. Acompanhar a Ester,minha grande amiga na sua prova de vestido de noiva. Eu não podia deixar de ir.
Disse a ele que tinha um compromisso,e vi seu rosto se contorcer numa expressão de contrariedade.
-Não adianta fugir Cris.
O que ele quis dizer com isso?
-Eu não estou fugindo. Eu não posso faltar a esse compromisso.
-Esta bem,te levo para casa.
-Como você sabe meu nome?
-Eu sei um pouco mais.
-Como?
-Sei que você esta louca por mim.
Fiquei vermelha na hora. Como eu pude deixar transparecer dessa forma?
-Assim como eu estou por você.
Senti um calor no meio das minhas pernas,ao ouvir aquela confirmação.
Ele estacionou em frente a minha casa,e apesar de ser perto,eu me dei conta de que não havia dado orientação nenhuma.
-Você sabe onde eu moro?! Foi mais uma exclamação do que uma pergunta.
Eu estava perplexa. Quem era aquele homem afinal?
Ele me olhou nos olhos,e perguntou:
-Cris, você está saindo com alguém?
-Não...
-Eu quero você Cris.
-Eu quero você na minha cama.
Vi no seu olhar as mesmas coisas que havia visto da primeira vez,uma energia absurda,e um controle absoluto sobre mim.
-Quem você acha que é?
Desci do carro,e entrei em casa,sem olhar para trás. Meu coração disparado,a cabeça rodando,e um desejo intenso tomando conta do meu corpo.
Eu nunca me senti tão ofendida,e nunca desejei tanto alguém. Como ele me perturbava!
Espantei aquele homem da minha cabeça,e fui me arrumar.
Depois da prova do vestido,tomamos algo,e fui para casa,eu não estava a fim de sair naquele dia.
Dante não me saía da cabeça,tomei um banho,coloquei apenas a minha velha camiseta de dormir,e pedi algo para comer,e continuei pensando naquele homem,e na capacidade incrível que ele tinha de me deixar excitada. Mal o conheci havia apenas 1 dia,e ja me sentia tão... dele!
Perdida nos meus pensamentos,não vi os minutos se passarem,e me assustei com o barulho da campainha. Olhei para mim. A camiseta não era tão curta pra que o entregador percebesse que eu estava sem calcinha,a menos que eu levantasse os braços então...sorri ao imaginar a cena,e fui abrir a porta.
Senti meu coração acelerar,e minhas pernas ficarem fracas. Com meu pedido na mão,Dante estava parado na soleira da minha porta,vestido de preto,incrivelmente sexy,com seus olhos de predador sobre mim.
-Boa noite Cris,não vai me deixar entrar?
Eu estava sem reação,apenas dei um passo pra trás,e ele passou por mim,exalando aquele cheiro (manipulado a base de feromônios,só pode!)
-O que você está fazendo aqui?
-Entregando seu pedido. Ele estendeu os pacotes para mim,e eu fui colocar na mesa da cozinha. Era óbvio que ele não era o entregador. Mas que audácia.
Derrepente,senti seu corpo colando-se ao meu,sua boca no meu pescoço,e as mãos sob os meus mamilos endurecidos. Recorri ao meu restinho de forças,e consegui dizer:
-O que você pensa que esta fazendo?
Então ele me virou. A intensidade do seu olhar era avassaladora,seus olhos reluziam,num tom ainda mais escuro. Senti sua boca na minha,e naquele momento,fui incapaz de continuar resistindo.

Este conto é dedicado ao homem que me inspirou: Dante.

Cris.

4 comentários:

  1. Como te disse hoje em nossas mensagens ... Seus contos tem um tchan a mais rs algo muito excitante. Terminou fazendo agente desejar mais eh isto que nos prende e faz voltar aqui. Estou muito contente em ler estes capítulos e saber que inspiro vc a escreve-los. Muito obrigado e quero retribuir em breve este carinho...

    ResponderExcluir
  2. Receber seus elogios é uma honra! Sou sua fã, você sabe disso.

    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Quero mais Cris!!!

    Léia.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Rsrs logo mais Léia. Obrigada por acompanhar. ;)

      Beijos

      Excluir