terça-feira, 10 de dezembro de 2013

Primeiro amor,perdendo a virgindade


Gustavo era um garoto bonito todas as meninas da minha rua ficavam admirando-o,eu estava na minha pré adolescência e ele já na sua adolescência,vivíamos conversando no portão de minha casa,sempre ele levava desenhos feitos por ele que eram lindos(algo relacionado a nós dois),eu uma garota na pré adolescência,mas com aparência de ser mais velha,seios avantajados,e um corpo bonito(cheinho),ele logo começou demonstrar interesse por mim,começamos a nos falar pelo telefone nos horários que meu pai não estava em casa,e sempre nos víamos,sabia os interesses dele por mim,mas não tinha coragem de ficar com ele.

Passado algumas semanas ele veio até minha casa e eu o convidei para entrar,ele entrou ficamos conversando por um bom tempo,até ele me puxar pelo braço e me beijar,foi o meu "primeiro beijo"nesse momento eu já fiquei "apaixonada"eu não tinha nem 15 anos,ficamos tempos apenas nas caricias,quando eu via que ia rolar algo eu criava uma desculpa que não estava preparada,e assim por diante.

Continuamos ficando "escondido"só meu pai que não sabia,meus 15 anos estava próximo,meu pai organizando festa de debutante correria sem prestar atenção em mim,apenas pensando no grande dia que ele iria ver sua filha como uma princesa.

Aproveitando que meu pai estava atarefado com a festa,resolvi colocar o plano meu e do Gustavo em pratica,seria naquela noite a minha primeira vez,antes dos meus 15 anos,esperei anoitecer os vizinhos fecharem suas portas,janelas e fui ao encontro do "meu amado".

Chegando a sua casa,ele estava nervoso me tratou super bem,me levou para o quarto e pediu para que eu confiasse nele,e assim fiz.

Ele me beijou meu lábios,desceu sua boca pelo meu pescoço,tirando minha blusinha,beijou meus seios e tirou minha sainha,seguido a minha calcinha,eu estava nervosa mas era aquilo que eu queria me tornar uma mulher,correspondendo o beijo de Gustavo levantei sua camiseta até os ombros e ele terminou de tirar,suas mãos percorriam o meu corpo,passava por cima de minha xaninha,me deixando excitada.

Minhas mãos percorriam suas costas,barriga e ia de encontro com seu pau,que estava complemente duro,passei minha mão por todo o seu pau um pouco sem jeito,Gustavo pediu para que eu chupasse fiquei com receio,mas me ajoelhei em sua frente e comecei a chupa-lo totalmente sem jeito e ele me ensinando,passei minha língua na cabecinha de seu pau e senti seu gosto,coloquei ele em minha boca(até onde coube)e fiquei chupando e lambendo seu pau,meio sem ritmo sem saber direito como brincar com aquele meu brinquedo novo,mas logo eu fui pegando o ritmo e colocava e tirava o pau de minha boca,intercalava com lambidas e pelo olhar de Gustavo estava ótimo.

Depois de um tempo Gustavo pediu para que eu me deitasse na cama,em seguida começou a beijar o meu corpo,beijava meus seios que estavam rígidos,deslizava seus lábios pela minha barriga e beijava minha xaninha virgem,passava sua língua na entradinha e voltava a mordiscar meu clítoris o que estava me deixando louca,minha xaninha estava completamente molhada de tanto tesão,cada lambida que ele dava em minha xaninha parecia que eu ia explodir de tanto prazer,ele percebendo que eu estava prestes a gozar,parou e 
se posicionou entre minhas pernas e colocou seu membro na entradinha da minha xaninha,nesse momento eu fechei meus olhos com a respiração ofegante,e sussurrando disse:

__Devagar!

Senti seu pau entrando em minha xaninha e quase sem aguentar disse:

__Está doendo não vou aguentar...!

Ele me deu um beijo e terminou de colocar seu pau,dei um grito de dor,ele me deu mais alguns beijos e começou um movimento de vai e vem bem devagar,no inicio estava doendo mas depois eu fui me acostumando com a dor,e fui gostando sentia meu corpo se arrepiar,meus gemidos estavam mais alto e com mais prazer,estava sentindo algo que no momento não conseguia descrever(hoje eu sei que era prazer).Sentia o pau de Gustavo cada vez mais rápido já não sentia mais dor e podia desfrutar daquele momento prazeroso,podia ouvir a respiração de Gustavo,seus lábios tocavam meus seios enquanto seu pau entrava e saia de minha xaninha,meu corpo se contorcia de prazer,Gustavo gozava junto comigo,nossos corpo no mesmo ritmo num só prazer.

Após isso teve mais caricias durante a noite,pois eu dormi em sua casa e depois desse dia teve muitas outras vezes,inclusive ele foi para minha festa de debutante(claro meu pai não sabia de nada).

Ficamos juntos por mais dois anos até meu pai descobrir TUDO e nos proibir  de namorarmos.

Anita 

2 comentários:

  1. Com sempre, muito bom, bem escrito e rico em detalhes que o torna ainda mais envolvente. Parabéns!!!

    ResponderExcluir
  2. Mais um conto muito bom... excitante e rico em detalhes que o torna ainda mais envolvente. Parabéns!!!

    ResponderExcluir