quinta-feira, 12 de dezembro de 2013

O ENCONTRO II





(Escrito por Cris)

Fui ver o que havia na caixa, ao abrir, vi, entre papéis de seda, uma linda lingerie vermelha, com detalhes em preto. Era composta por um espartilho em rendas, com um belo decote, cinta-liga, e meias. Ao lado da caixa, tinha uma garrafa de um bom vinho, que já havíamos comentado.

Tirei o meu vestido, sentindo o tecido deslizar pelo meu corpo, e minha calcinha. Peguei uma taça em cima da mesa, me servi do vinho, e fui para a banheira. Água na temperatura ideal, com um delicioso aroma.

(Escrito por Dante)

A espreita da janela do meu apartamento eu me deliciava com tamanha sensualidade de Cris ao tirar o seu vestido, seus belos e delicados seios prontos para serem tocados, acariciados me fizeram conseguir senti-los e minha boca.

Completamente nu eu terminava de me secar enquanto a via naquele quarto e meu cacete já completamente enrijecido era um retrato de como ela mexia com minha sexualidade. Foi então que o mundo pareceu rodar em câmera lenta quando ela começou a tirar sua calcinha, seu sexo me fez arder de tesão.

Em seguida ela serviu-se com o vinho que comprei especialmente para a ocasião e dirigiu-se para outro em direção à banheira hidromassagem.

(Escrito por Cris)

E então, me lembrei de como tudo começou.

Lembrei-me de quando visitei aquele site, pela primeira vez. Comecei a ler aquelas palavras excitantes, naqueles textos deliciosos. Logo, se tornou essencial a minha visita ali. Lembrei-me de como iniciamos uma conversa gostosa, e insinuante.

(Escrito por Dante)

As batidas do coração ficaram mais intensas assim que atravessei a Av. PIO XII e adentrei àquele hotel...

Um comentário: