terça-feira, 17 de setembro de 2013

Encontro marcado


Sem conseguir conter o desejo que nos consumia,marcamos um encontro. Loucura.deliciosa loucura.                                                                                                                                                          
  Quando cheguei,ele já estava lá. Oi! Eu disse com um sorriso,torto,sem graça. Ele veio andando até mim,me olhou nos olhos,se aproximou,e me beijou.  Um beijo longo,doce,quente,intenso,ardente...veio me empurrando,e senti a porta nas minhas costas,seu corpo pressionando o meu,As duas mãos no meu cabelo.Entre minhas pernas,sentia seu membro duro,a outra mão me apertando...E o beijo foi ficando mais intenso,e minha calcinha mais molhada,meu corpo queimava, queria mais, queria tudo aquilo que a ocasião prometia. Parei, pedi um banho sozinha.                                                                                                       Meu corpo tremia,ansiedade,e tesão aumentando... saí do banho,novamente aquele beijo,aquela boca me enlouquecendo,me envolvendo,eu  sentia uma de suas mãos apertando meu seio,a outra pelo meu corpo,sua boca no meu pescoço,minha respiração ofegante,ele soltou minha  toalha,sem tirar sua boca do meu corpo, e sua língua foi descendo,enquanto com uma mão acariciava um de meus seios,chupava o outro com carinho,me deitou na cama, e continuou com aquela carícia gostosa,ora num,ora noutro,eu  já estava molhada. Sua boca continuou descendo pelo meu corpo,minha respiração ofegante,meu corpo em chamas.   Finalmente,senti sua língua no meu sexo,devagar,me chupando,lambendo,meu corpo contorcia,eu não conseguia controlar,eu gemia,sussurrava,ele parou,e,olhando nos meus olhos,colocou um dedo dentro de mim,sem tirar,voltou a me chupar,fazendo movimentos de vai-e-vém com aquele dedo.

Gozei na boca dele,gemendo alto, me contorcendo...
Quando me recuperei,e abri meus olhos,vi seu rosto perto do meu,ele sorriu,me beijou, e se deitou do meu lado.

 Rolei por cima dele,e beijei sua boca,esfregando meu corpo no dele. Pedi pra que se levantasse pra eu tirar sua calça. Beijei-o novamente,minhas unhas arranhando suas costas,minha mão descendo pela sua barriga por cima da calça,senti  seu  membro duro,segurei firme,ele,sem tirar sua boca da minha,soltou um suspiro de satisfação. Senti uma vontade incontrolável de provar,de senti-lo em  minha boca.


Me ajoelhei na frente dele, olhando em seus olhos,abri  o zíper,e abaixei a calça e a cueca de uma vez. Vi seu membro duro,saltar na minha frente,olhei pra ele ,e coloquei na minha boca, roçando a língua na cabecinha que já estava molhada, com um líquido safado que eu adoro sentir o gosto.

Chupava a ponta um pouquinho e afastava meu rosto enquanto passava a língua na cabeça. Começava de novo. Até aquele pouquinho de líquido acabasse todo em minha boca enquanto o membro começava a ficar todo melado .só a pontinha,fui passando a língua devagar,avançando aos poucos,lambendo da base até a cabeça,fiz isso algumas vezes,sentindo a extensão..até que coloquei ele inteiro na minha boca,tudo o que conseguia, daquele membro excitado,fiquei alguns segundos e tirei.Coloquei-o novamente na boca, agora não todo, mas boa parte. Comecei a sugá-lo.

Enquanto estava com ele dentro, mexia a língua um pouco de um lado para o outro, para cima e para baixo, delicadamente, roçando-a com a pele esticada, sentindo as veias pulsando com tanto sangue que ia com o fluxo de tesão dele para o pênis. Com estes movimentos, ele começou a respirar mais forte, dar discretos gemidos,Que me excitavam ainda mais,me dixavam com mais vontade de  chupar.Continuei  chupando-o. Tirei da boca, segurei com uma mão e comecei a masturbar e olhar para cima, para o seu rosto louco de tesão.



 Entre uma batida e um olhar safado, eu chupava. Batia e chupava. O quadril dele começou a acompanhar o ritmo e quando menos esperava ele já estava com as duas mãos na minha cabeça, fodendo minha boca.


Às vezes em um ritmo mais lento, às vezes num ritmo mais forte. Parou de súbito,tirou da minha boca,me levantou,e disse que me queria de quatro.


                                                                                                                                                                                             Sorri,beijei a sua boca,e obedeci. Fiquei na beirada da cama,entregue a ele. Ele se aproximou,apertou minhas nádegas,acariciou,e colocou a ponta do seu sexo,na entrada do meu. Foi avançando devagar,eu sentindo ele entrando em mim,me preenchendo,me enlouquecendo..quando colocou tudo ele parou.



 Me afastei,tirando quase todo de dentro de mim,e joguei meu corpo pra trás novamente,comecei um lento movimento,ele parado,e minha bunda indo e vindo,acelerei um pouco o ritmo,e comecei a rebolar,naquele pênis duro dentro de mim,eu sussurrando,ele gemendo,me acariciando,me apertando,pedindo...                              
Me pegou pela cintura,e começou a socar com força,não me contive e comecei a gemer alto,e pedir,eu sentia ele no meu útero,eu queria tudo dentro de mim,cada vez mais...Uma mão puxava meu cabelo,e a outra me dava uns tapas,que me deixavam com mais tesão ainda. Continuamos nesse ritmo por mais alguns minutos,até que seu gemido foi ficando mais grosso,puxou meu cabelo mais forte,e eu sentindo ele pulsar dentro de mim,gemendo alto,explodiu num gozo gostoso ,diminuindo o ritmo das estocadas. Ficamos imóveis por alguns segundos,seu corpo sob o meu,nossa respiração ofegante,o  cheiro de sexo no ar..



Devagar,saiu de dentro de mim,e se deitou ao meu lado. Ficamos quietos por um tempo,absorvendo tudo o que aconteceu,cada um com seus pensamentos,que afinal,eram os mesmos.



Me aninhei nele,e ele me beijou novamente,devagar,de leve. Mas aquele beijo prometia mais. Eu queria,meu corpo pedia,e eu sei que o dele também....



  Beijinhus*
Cris
Leia Mais ››

Sozinha...

Olá queridos...Nossa querida Anita,foi fazer uma viagem de férias,e durante esse tempo,eu estarei sozinha aqui com vocês.
Peço a companhia de todos,porque já estou me sentindo só,rsrs...

Vejam,comentem,me ajudem,e me acompanhem. Por Favoorr..rs.



                                                      Beijinhus*



Leia Mais ››